El Desconocido! (Rumo ao)

Sim! Terminamos de gravar “O Desconhecido” e nao sei por onde começar, entao me parece lógico começar do começo…

“O Desconhecido” foi um dos 7 escolhidos a serem feitos na aula de Dirección I. Isso fiquei sabendo no 2º dia depois de ter voltado do Brasil… e nos deram datas para a gravaçao que ficaram pros dias 1, 2 e 3 de Outubro. As datas pré-estabelecidas sao porque nessas datas estamos autorizados a faltar nas aulas e a alugar os equipamentos da faculdade nesses 3 dias. (perdoem a falta de Tils porque nao consigo encontrar nesse teclado!) Entao tive 1 mes e 1 semana para preparar o curta: Escolher produtor, assist. de direçao, camera, dir. de fotografia, dir. de arte e alguém para o som (sonidista aqui). Encontrar locaçao, ator, objetos necessarios, fazer plantas de rodagem e fotografia, plano de rodagem e etc… Fui um pouco apressado e escolhi pessoas que se ofereceram p/ arte e fotografia… O que escolhi a dedo foi produçao, que ficou para Sulia Folli e Violeta Campanela que desde o começo se mostraram muito dispostas e querendo ver o curta feito, assim como o assistente de direçao Nicolas Agarzua, que sempre esteve do meu lado e me ajudou muito em tudo. Agradeço desde já o esforço e o apoio deles. Foram essenciais e muito amigos…

Bom, 1 mes depois (perdoem a elipse), tudo estava preparado… A locaçao estava escolhida e ficava em La plata (1 hora e meia de Buenos Aires) num prédio abandonado que é do tio da Violeta. Nao tinhamos eletricidade, agua e nem gás. Nada era seguro, nada com certezas… Tudo estava incerto! Todos inseguros… Hahahahaha e isso foi um frio na barriga delicioso. Nessa semana antes de gravar tive que apresentar na sala todo o projeto… E uma semana antes os 2 professores de direçao sairam da faculdade! E ai entrou uma professora que é muito boa ( Inés de Oliveira Cezar). Interessada no projeto e no que os alunos fazem e pensam… Quer ensinar! E deu uns insights bons pro projeto… O que me arrependo da apresentaçao foi que tive que mentir sobre a equipe… tive que pegar 2 amigos na hora e falar que eles seriam camera e o outro faria o som. A apresentacao foi boa… otima na verdade… amei, nao sei porque. Um dia depois, na quarta-feira, 4 dias antes da gravaçao, a diretora de fotografia e o diretor de arte sairam do projeto. Nao guardo rancor nem nada disso porque, bem, honestamente, eu queria que eles saissem mas pensei que o clima melhoraria e que eles iriam ter vontade de fazer o curta… entao tudo saiu como eu queria afinal. E isso me confirma que um tem que seguir seu instinto, seu coraçao, sempre. Nao importa o que!

Ai surgiram pessoas amigas de verdade… que queriam fazer… queriam ir a La plata com tudo, sem saber se teriamos eletricidade, agua ou gas… e que estavam dispostos a isso! A dormir no chao todos juntos! Que emocao! Foi muito lindo… ver essas pessoas ajudarem e quererem fazer cinema! E nisso agradeço aos nomes já citados acima e adiciono os de Juan Daniel Férnandez, Eric Barenboim, Christian Crochi e Facundo Leone. Vocês, se algum dia resolverem aprender portugues e vierem a ler, Eu agradeço de todo o meu coraçao!

E segunda-feira, dia 1, fomos Eu e Sulia pegar os equipamentos da faculdade e ir a La plata… levamos tudo e encontramos com Nicolas e Violeta que ja estavam la para receber um eletricista para ver o que fariamos. Chegando la arrumamos tudo e esperamos o eletricista chegar… Bom, o eletricista veio… E resumindo, deu tudo certo. Nao tivemos que fazer nenhum gato nem nada, foi tudo otimo com a luz, agua e gas. Ao final, de ir ao desconhecido (han-han), deu tudo certo. Esperavamos o pior e recebemos o melhor. Deliciosa a sensaçao.
A noite chegava… e tinhamos que filmar tudo a noite! O ator que escolhemos (nao foi o que falei no post passado) vive em La plata e só podia das 22:30 pra frente. Se chama Francisco Sendra e foi muito gente boa, com algum talento, mas acho que nao era muito experiente, mas superou as expectativas e um pouco mais. Muito legal. E sim, filmamos todos os dias de madrugada.. das 22:30 até as 5:30 todos os dias. Estavamos ja só nós 4 a fazer a fotografia e arte e Juan Daniel (camera) chegou todo encharcado! É! Estava chovendo torrencialmente… hahahahahaha e aí quando todos se desesperavam sobre esses fatores incontrolavéis eu dizia, o que vinha dizendo desde o 1º dia: Nada é impossivél. E adicionei: se acalmem que a chuva vai parar… Surpresa: ela parou. Mas voltou as 4 da manha, o que nos parou nessa 1ª madrugada mas acho que foi pro melhor. Nesse 1º dia fizemos tudo nós 5… e honestamente esperavamos que no próximo dia seria igual.

A gravaçao foi marcada por sorrisos de surpresa por parte de todos… de um lado porque ninguém acreditava que era possível e do outro porque ninguém acreditava que estavam a fazer mesmo. Todos foram excelentes. Sem excepçoes. Todos. E no que digo todos, sao todos! porque no 2º dia chegaram o resto… e tudo de noite. Hahahaha foi lindo. Eric e Crochi em fotografia já chegaram e começaram a trabalhar de cara… Eu fiquei um pouco receoso no começo mas deixei acontecer… e foi otimo trabalhar com eles. De novo: Excelentes. Juan Daniel como camera tambem, excelente, e me ajudou a combater minha propria preguiça e cansaço (ele estando um pouco mais cansado que eu) e a gravar tomadas de segurança… Fora o nível de paciencia e educaçao que eu pedia a todos… Eu queria que tudo saisse muito bem… e todos colaboraram com essa meta. Foi ótimo. Segundo dia fizemos a cena mais dificil primeiro e deu tudo certo. Foi muito divertido e cansativo. Levamos muito a sério tudo… e terminamos o dia bem, excedendo o que queriamos e gravamos cenas que estavam planejadas pro dia seguinte.

Ultimo dia foi o mais sussegado, sobrando 2 cenas a serem gravadas… mas com a iluminaçao um pouco mais complicada! (verao o porque depois quando estiver pronto). Como estavamos mais leves com o tempo (e clima, ja que nao voltou a chover a noite), fizemos com mais calma… mas a pressao do ultimo dia atingiu a todos e vimos que tinhamos que correr do mesmo. A ultima cena foi a mais complicada de todas. Levamos quase 2 horas pra gravar ela… e ao final Francisco nao aguentava mais. Estava completamente consumido pela fadiga… assim como todos os demais. Mas conseguimos fazer tudo. Tudo que planejamos serviu… mas sim, era tudo muito inseguro… Era a sensaçao que espero que o curta passe… e vivemos isso em nossas peles.
É demais. É muito bom. É muito gostoso… É um extase fortissimo… e como um diretor uma vez disse (nao lembro exatamente as palavras): “Filmmaking is a drug. The cure for filmmaking is more filmmaking”. Estou viciado, drogado e apaixonado. É isso. É o que eu quero pra minha vida. É o que eu vou fazer. É o que eu sou.

Tenho que editar, sonorizar com o Facundo, e meu amigo Marcelo (o mais novo integrante desse curta) vai compor a musica. E também meu irmao Abraham vai fazer a cena do apagao! Hehehehehe 😀 Entao falta um pouco… mas logo mais estará completo. Finalizado e Nascido.

E o que tenho a dizer? O que mais me surpreendeu é que O Desconhecido vem de longa data. Comecinho de 2006… e ele veio pra nascer. Acho que uma idéia concebida é igual a um grande medo: tem que ser superado. Nesse caso, tem que ser realizado! Igual a vida: tem que ser vivida, nao importa o que! Esse roteiro, 1 ano sem ser tocado, veio a mim de novo e reclamou vida.

Nao tenho opinioes de como vai ficar. Bom ou ruim. É meu e é nosso. De todos. Que seja cuidado com amor assim como foi feito.

Acho que só. 🙂
deixo aqui 2 links do Blog de Juan Daniel sobre sua experiencia no projeto (tem fotos!):

“Hombrecamára en El Desconocido de Aron”
“La nueva película de Orson Welles”
“Fotos de O Desconhecido”

E os posts anteriores pra quem quiser!
– “El Desconocido! pt.3
– “El desconocido – pt.2
– “El Desconocido – Sí!

Ah! fizemos um making of… hahahahaha é mais assim: levei minha camerazinha de turista e deixei na mesa e disse pra todos que sentirem vontade é só pegar e gravar. Nao sei se eu vou editar isso… nao sinto vontade! Quero que alguém faça. É algo que quero ver… 😀

Depois vou por um link pro album de fotos! (ainda nao existe um…). Mas deixo essa que o Facundo tirou com seu celular.

Eu, Juan Daniel y Eric muerto.

Listo! Gente… muito, muito, muito obrigado pela força e apoio… pra todos que desejaram Boa sorte e deram força… saibam que voces ajudaram mesmo. Em muitas e inumeras horas… Vocês que estavam ali me ajudando.

Um enorme obrigado e abraço à toda a Equipe de “El Desconocido”! Vocês sao fodas!!!

Um ENORME beijo!!!
Aron.

2016-11-10T00:08:12+00:00

2 Comments

  1. Marcelo October 6, 2007 at 6:33 pm - Reply

    ¡Cuántos sentimientos puros mi amigo! Usted es un verdadero cineasta, consolidado, de voluntades fuertes y convicciones firmes. Se nota que sabe mucho lo que hace, a alguien puede no gustarle…¡Que se vaya a la mierda! jaja, yo estoy seguro que pensando de esta forma no hay nada que pueda frustrarte.
    Estoy con ganas de ver el trabajo terminado asi que metele al montaje. ¡Además que quiero empezar a trabajar yo también!

    ¡Un abrazo grande!

  2. Victor Meira October 7, 2007 at 4:59 pm - Reply

    Do ca-ra-lho, rão!

Leave A Comment